pt

Amor e direito

A Sra. Marcelle Franco Espíndola Barros e o seu marido, o Sr. Guilherme Freire de Melo Barros, dois participantes brasileiros no "Mestrado em Direito (LL.M.) na área do Direito Comercial Internacional - Contratos e Resolução de Conflitos", seguiram o mesmo percurso académico antes de se casarem e já enquanto casal participaram no Mestrado TSD.

O que nos podem contar sobre a vossa história?


A nossa história começa em 2000, quando fomos ambos aceites na Universidade Federal do Rio de Janeiro, continua com a nossa história de amor no ano em que nos licenciámos, em 2005, e é coroada pelo nosso casamento em 2011.


Em termos da prática da advocacia, temos seguido carreiras profissionais um pouco diferentes. O Guilherme trabalha como procurador na Procuradoria-Geral do Estado do Paraná e a Marcelle trabalha na área da propriedade intelectual (PI). Em 2011, como o Guilherme teve que se mudar do Rio de Janeiro para o Paraná por razões profissionais, a Marcelle acompanhou-o.

Sabemos que tiveram um percurso académico semelhante. Onde e como iniciaram os vossos estudos em conjunto?


Como mencionámos, conhecemo-nos na faculdade de direito, mas só começámos a namorar depois de terminarmos a licenciatura. No ano passado, decidimos que estava na hora de investir novamente na nossa formação e matriculámo-nos no LLM em Direito Comercial Internacional em Turim e no Mestrado em Direito Económico pela Universidade Católica de Curitiba. Como fomos ambos aceites nos dois programas, foi-nos dada a oportunidade de experimentar a vida na Europa e participar ao mesmo tempo em aulas on-line para os nossos mestrados no Brasil. A Itália pareceu-nos uma ótima opção devido ao seu ambiente incrível, e às pessoas alegres e amigáveis, semelhantes aos brasileiros. Nós pensámos que seria também uma boa oportunidade para aprendermos mais sobre a cultura, história e língua italianas. Na verdade, foi uma experiência única e apaixonámo-nos pela Itália.

Estudarem juntos funcionou como um fator facilitador ou criou alguma dificuldade?

Estudarmos juntos foi, sem dúvida, uma bênção. Como frequentávamos aulas em dois programas ao mesmo tempo, o apoio que demos um ao outro foi a única maneira de o conseguirmos. Tínhamo-nos um ao outro para partilhar as dificuldades, as dúvidas, o trabalho e o sucesso. Não temos quaisquer arrependimentos e voltaríamos a fazê-lo. Na verdade, estamos a planear fazer um doutoramento na Europa muito em breve. Escusado será dizer que estamos a pensar em fazê-lo juntos!

O que nos podem dizer sobre as vossas carreiras? Estão a trabalhar juntos agora?


Como estamos de volta à nossa rotina no Brasil, infelizmente passamos os dias separados, o Guilherme no seu cargo público e a Marcelle no escritório de advocacia. Pelo menos ainda temos o programa de mestrado de dois anos aqui, por isso estamos a frequentar aulas juntos duas vezes por semana.

Quais foram as lições mais importantes que tiraram de estarem sempre juntos?


A lição mais importante é que juntos somos mais fortes. Quando um está mais frágil, o outro está lá para ajudar, ouvir, apoiar. As dificuldades não são tão grandes ao ponto de não poderem ser ultrapassadas ​​em conjunto. Além disso, foi muito bom passarmos juntos 24 horas por dia, 7 dias por semana e termos a certeza de que não nos cansamos um do outro. Na Itália, não tivemos qualquer problema em lidar com esta situação. Pelo contrário, agora não estamos habituados a passar tantas horas separados.

E acerca da vossa experiência durante e depois do Mestrado do Centro?

O LLM deu-nos a oportunidade de viver e estudar com pessoas de muitas culturas e origens diferentes. Conhecemos participantes da Irlanda, Canadá, Itália, Espanha, Ucrânia, Índia, Geórgia, Sérvia, Moldávia, Marrocos, Quénia, Uganda, Nigéria. Aprendemos não só sobre o direito comercial, mas também sobre a vida, a diferença e a tolerância. Testemunhámos que pessoas com origens tão diversas têm muitos aspetos em comum e podem viver, trabalhar e estudar juntas em harmonia.

Depois de um semestre na Europa, temos agora uma família internacional dispersa pelo mundo. As memórias desses dias irão permanecer para sempre nos nossos corações.

International Training Centre of the ILO

Viale Maestri del Lavoro, 10
10127 Turin - Italy

Contate-nos