pt

Dar a palavra aos participantes: enfoque nas Normas Internacionais do Trabalho

Entrevista com o Sr. Ramon Fernando Carranza Discua, Subsecretário de Estado do Ministério do Trabalho e da Segurança Social das Honduras, participante do curso de formação "Normas Internacionais do Trabalho", de 19 a 27 de maio.

Quais eram os seus objetivos a nível institucional ao participar nesta atividade de formação?

Após a morte da pessoa responsável no Ministério do Trabalho, tivemos que decidir quem iria assumir a tarefa de elaborar os relatórios sobre as normas da OIT. Esta tarefa era da competência do departamento pelo qual sou responsável, por isso decidi participar eu mesmo no curso para aprender uma nova área e, neste aspeto, as minhas expectativas foram totalmente correspondidas. São usados os métodos de formação mais recentes e os participantes desempenham um papel muito ativo.

 

Qual era o seu principal objetivo quando decidiu participar neste curso no Centro de Turim?

Sendo advogado da área comercial, eu não sabia muito sobre as questões relacionadas com o trabalho, por isso, de um ponto de vista pessoal, um dos meus objetivos era ampliar o meu entendimento sobre o assunto. Em relação ao meu Ministério, veremos os resultados quando compilarmos o próximo conjunto de relatórios, nessa altura irei tentar colocar em prática a formação que recebi.

 

Estes objetivos foram alcançados até agora?

Estou muito satisfeito. Os materiais de formação têm sido muito úteis e esta tem sido, sem dúvida, uma experiência enriquecedora. Poder usar um tablet também facilitou o trabalho na sala de aula, assim como a presença de intérpretes.

 

Considera este curso relevante para a sua participação em breve na Conferência Internacional do Trabalho?

Estou certo de que será uma grande ajuda. Esta é a primeira vez que participarei na Conferência Internacional do Trabalho, e ficarei lá durante seis dias. O curso irá ajudar-me a compreender o funcionamento da OIT e da Conferência.

 

O que diria aos seus colegas sobre este curso e o Centro de Turim?

Eu já pensei sobre isso. Temos um Conselho Económico e Social, para o qual o diálogo tripartido é fundamental. Iremos organizar um evento de um dia onde terei a oportunidade de apresentar o que aprendi e falar sobre a minha experiência no Centro. Isso dará um contributo muito positivo para o nosso diálogo tripartido.

Ainda ontem, o Presidente da República propôs uma nova lei de proteção social para a implementação da Convenção 102. Assim, o que eu aprendi não irá limitar-se ao Ministério do Trabalho, irá ter uma aplicação mais alargada.

International Training Centre of the ILO

Viale Maestri del Lavoro, 10
10127 Turin - Italy

Contate-nos