pt

A senadora Kerry-Ann F. Ifill, primeira mulher Presidente do Senado dos Barbados, é uma antiga participante do Centro de Turim.

Contamos cada vez mais participantes do Centro de Turim a desempenhar papéis importantes em todo o mundo. A Senadora Ifill participou no curso "A integração de pessoas com deficiência no mercado de trabalho", de 15 a 24 Outubro de 2007.

"Cheia de estreias", a senadora Kerry-Ann Ifill fez história nos Barbados, tornando-se a primeira mulher, primeira pessoa com deficiência e pessoa mais jovem, com a idade de 38 anos, a ser eleita para este cargo.

Licenciada pela Universidade de West Indies (UWI) e pós-graduanda da Durham Business School, a senadora Ifill começou a perder a visão aos quatro anos de idade. Esta senhora excecional foi a primeira pessoa cega a concluir o seu curso e em três anos, uma promessa que ela fez a si mesma.

Ela nunca deixou a cegueira afetar a sua vida. "Eu vejo a vida desta forma – você faz o que é suposto fazer e fá-lo da melhor forma que conseguir. Se por acaso for cego, então basta encontrar uma maneira de fazê-lo. Sendo cega, eu não perco tempo a queixar-me sobre a minha condição... A cegueira é uma parte de mim. Seria como dizer, hoje eu não vou ser uma mulher. Você é sempre uma mulher. Sim, temos desafios a superar como mulheres, mas isso não significa que temos de deixar de ser quem somos. Somos mulheres, eu sou cega. Isto faz parte, por isso eu faço o que tenho que fazer ", é a sua perspetiva pragmática.

A sua vida tem sido pautada pela determinação e dedicação à excelência. Ela exerceu as suas metas profissionais durante o trabalhou que desempenhou a tempo inteiro no Conselho para Pessoas com Deficiência dos Barbados. A Senadora Ifill gostaria de ver concretizada a ratificação da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (http://www.un.org/disabilities/convention/conventionfull.shtml) nos Barbados. Segundo Kerry-Ann - como gosta de ser chamada - deve haver mais oportunidades de emprego para pessoas com deficiência. "As pessoas com deficiência são cidadãos, temos direitos, como todos os cidadãos; um desses direitos é o direito ao trabalho e o direito de contribuir. Nós não temos de ser destinatários dos serviços. Podemos ser prestadores de serviços também. A única maneira de podermos contribuir para a Segurança Social é se trabalharmos. "

O reforço das competências da senadora Ifill, através da sua participação numa ação de formação no campus, foi a nossa modesta contribuição para a sua realização excecional. Desejamos-lhe a continuação de sucesso no seu novo cargo!

International Training Centre of the ILO

Viale Maestri del Lavoro, 10
10127 Turin - Italy

Contate-nos