pt

Notícias

Líderes mundiais de economias verdes procuram mecanismos para promover uma nova revolução verde e definem o caminho para a Agenda 2030

notícias - 31/03/2017
27-28 de março de 2017 – Cerca de 40 ministros, diretores-gerais, representantes de alto nível de organismos das Nações Unidas, organizações não governamentais e sindicatos, bem como mais de 300 especialistas em desenvolvimento sustentável, reuniram-se em Berlim por ocasião da segunda conferência da PAGE sobre economia verde.

ação:

A Parceria para Ação sobre a Economia Verde (PAGE - Partnership for Action on Green Economy) integra cinco organismos das Nações Unidas – o Programa das Nações Unidas para o Ambiente (PNUA), a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD), a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) e o Instituto das Nações Unidas para a Formação e Pesquisa (UNITAR) – com vista a prestar apoio aos países que desejem promover trajetórias de crescimento mais verdes e mais inclusivas. A PAGE ajuda as nações e as regiões a reformular as políticas e as práticas económicas em torno da ideia de sustentabilidade, para incentivar o crescimento económico, gerar rendimento e empregos, reduzir a pobreza e a desigualdade, e atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O Centro Internacional de Formação da OIT (CIF-OIT) participa na PAGE na qualidade de parceiro que promove o reforço de capacidades e organizador principal da Academia Global sobre Economia Verde uma formação intensiva sobre Economias Verdes Inclusivas que funciona simultaneamente como plataforma de partilha de conhecimentos e centro de inovação, e que agrega governos, parceiros sociais, a sociedade civil e também profissionais e investigadores da área do desenvolvimento sustentável, de todo o planeta.

Sob o tema geral “Economias verdes inclusivas para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, a conferência de Berlim centrou-se em três questões específicas: investimentos verdes, modos de vida sustentáveis e crescimento inclusivo. Uma exposição sobre os “Pioneiros da Economia Verde”, organizada pela Coligação para a Economia Verde (Green Economy Coalition), esteve patente durante os dois dias da conferência, para promover a partilha de abordagens inovadoras, modelos empresariais e parcerias a nível global de apoio a uma transição para a economia verde. A exposição contou com a representação da Iniciativa Verde do Centenário da OIT para uma transição justa para um futuro sustentável e com baixas emissões de carbono, e do respetivo portefólio de reforço de capacidades.

Durante o evento, que teve a duração de dois dias, os participantes debateram as principais causas económicas da crescente exploração de recursos naturais, as alterações climáticas e a poluição. O evento contou com a presença de reconhecidos economistas como Jeffrey Sachs e Pavan Sukhdev, que se juntaram aos participantes para explorar os modos de luta contra as desigualdades e a degradação do meio ambiente, com base nos objetivos e metas da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. “Não temos de escolher entre um ambiente saudável e uma economia saudável: podemos ter ambos”, afirmou o Diretor Executivo do Programa das Nações Unidas para o Ambiente, Erik Solheim. “Independentemente das políticas atuais, a tendência a nível global, irreversível, é tornar as nossas economias mais limpas, mais justas e mais estáveis. Aquilo de que precisamos agora é de uma maior aceleração – uma nova revolução verde – para garantir a criação de uma economia verde inclusiva, enquanto ainda há verde suficiente.”

Para mais informações: http://www.un-page.org/

Pesquisa de notícias

Todas as notícias de April - 2017

International Training Centre of the ILO

Viale Maestri del Lavoro, 10
10127 Turin - Italy

Contate-nos