pt

Notícias

Primeiro seminário internacional do Projeto Brasil-OIT “Cooperação Sul-Sul para a cadeia do algodão nas cadeias de abastecimento mundiais e o trabalho digno” concluído com sucesso

notícias - 23/06/2017
No âmbito do projeto global OIT-Brasil “Cooperação Sul-Sul para a promoção do trabalho digno nos países produtores de algodão em África e na América Latina” [1], mais de 25 partes interessadas do Brasil, Mali, Tanzânia, Moçambique, Peru e Paraguai reuniram-se no Centro, de 5 a 9 de junho de 2017.

ação:

As cadeias de abastecimento mundiais são a característica dominante da economia globalizada atual. A integração nas cadeias de abastecimento mundiais pode contribuir significativamente para a criação do emprego, o desenvolvimento de competências e a transferência de tecnologia, entre outros aspetos. O algodão é uma das matérias-primas mais importantes que viaja pelo mundo através das cadeias de abastecimento mundiais. No entanto, a cadeia de abastecimento mundial do vestuário de algodão coloca desafios em termos de défice de trabalho digno, tais como informalidade, trabalho infantil, trabalho forçado, não discriminação e liberdade de associação e negociação coletiva.

 

O seminário internacional, organizado no quadro da Cooperação Sul-Sul para promover o trabalho digno nos países produtores de algodão, foi financiado pelo Governo brasileiro e implementado pelo Escritório da OIT em Brasília. O programa visa incorporar o desenvolvimento sustentável e inclusivo e o trabalho digno no setor do algodão, através de uma melhor colaboração e partilha de conhecimentos entre instituições brasileiras ativas no setor e as entidades correspondentes nos respetivos cinco países parceiros.

 

Durante o seminário foram apresentados os conceitos de cadeia mundial partindo de diferentes perspetivas e foram abordados alguns dos principais desafios para o setor, com contributos de peritos da OIT, do Banco Mundial e da Better Cotton Initiative (BCI). O seminário proporcionou igualmente uma plataforma de partilha de melhores práticas e experiências da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e da Associação Brasileira de Produtores de Algodão (ABRAPA). O seminário encerrou com a elaboração de planos de ação sobre como transformar o conhecimento adquirido em resultados concretos ao nível nacional.

 

 



[1] O projeto “Promoção do trabalho digno nos países produtores de algodão em África e na América Latina” faz parte do Programa de Parceria OIT-Brasil para a Promoção da Cooperação Sul-Sul, o qual visa o reforço da Cooperação Sul-Sul trilateral em áreas como o trabalho infantil, o trabalho forçado e a governança nos países produtores de algodão. O Projeto conta com o apoio financeiro do Governo do Brasil e a sua implementação é assegurada pelo Escritório da OIT no Brasil. A execução do projeto decorre até dezembro de 2019.

 

International Training Centre of the ILO

Viale Maestri del Lavoro, 10
10127 Turin - Italy

Contate-nos