pt

Quem é quem

Diretores

Giuseppe Casale Diretor-Adjunto do CIF-OIT e Diretor da Turin School of Development.

O Sr. Casale licenciou-se pela Universidade de Florença como advogado de direito comparado do trabalho. Em 1985, concluiu um Mestrado em Direito Internacional e Economia pela Universidade Johns Hopkins, na School of Advanced International Studies, em Washington D.C. Ele possui igualmente um doutoramento, um C.Phil. e um M.A. em História do Direito e Relações Laborais pela Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA).

Antes de integrar a Organização Internacional do Trabalho, o Sr. Casale lecionou direito comparado do trabalho e relações laborais na Universidade de Florença e na Universidade de Bari, e direito internacional do trabalho na Universidade de Gorizia. Foi investigador em direito internacional na Universidade Johns Hopkins e lecionou história das ideias, história do direito e relações laborais na UCLA.

O Sr. Casale entrou em 1988 para a OIT como Especialista em Direito do Trabalho e Relações Laborais. Em 1995, foi nomeado Especialista Sénior em Direito do Trabalho e Relações Laborais no Escritório da OIT em Budapeste. Regressou a Genebra em 2002 como Vice-Diretor do Departamento de Diálogo Social, Direito do Trabalho e Administração do Trabalho. Foi nomeado Diretor do Programa de Administração do Trabalho e Inspeção do Trabalho em 2009.

Em junho de 2014, foi nomeado Assessor Sénior da Diretora do Centro.

É membro de vários comités científicos e de investigação a nível europeu e internacional. Foi Secretário-Geral da Associação Internacional de Relações Laborais (IIRA, agora ILERA) e é atualmente Secretário-Geral da Sociedade Internacional de Direito do Trabalho e da Segurança Social, com sede em Genebra. É autor de vários livros e artigos sobre direito comparado do trabalho e direito internacional do trabalho e das relações laborais.

Em 2015, tornou-se Diretor da Turin School of Development.


 Andreas Klemmer é especialista em gestão de programas de formação. Formou-se em 1994 pela Universidade de Heidelberg com um Magister em Ciência Política. Possui também uma pós-graduação em Estudos de Desenvolvimento Internacional pelo Instituto de Desenvolvimento Alemão, obtida em 1996, e um diploma em estudos hispano-americanos pela Universidade de Madrid, atribuído em 1990.

O Sr. Klemmer integrou a OIT em 1996 como Jovem Perito Associado no programa Start and Improve Your Business para a África Austral e Oriental, facilitado pela OIT, com base no Zimbabué. Assegurou de forma consecutiva a gestão de projetos de desenvolvimento de empresas facilitados pela OIT no Sri Lanka (2000-2004) e na China (2004-2006), antes de ser nomeado especialista sénior em desenvolvimento de empresas na Equipa de Trabalho Digno da OIT para a África Austral e Oriental, sediada na África do Sul.

Em novembro de 2013, o Sr. Klemmer foi nomeado Diretor de Formação do Centro Internacional de Formação da OIT e assumiu a tarefa de gerir a oferta global de atividades de formação e aprendizagem do Centro. Em janeiro de 2015, assumiu também a posição de Assistant Director da Turin School of Development para sincronizar as atividades de formação e de aprendizagem do Centro com os seus programas de mestrado, e para apoiar o Diretor da Turin School of Development na facilitação do ciclo de implementação do programa anual.


Gestores de Atividades e Codiretores do CIF-OIT

 

Sher Singh Verick

Sher Singh Verick é Gestor do Programa de Políticas e Análise do Emprego (EPAP) do Centro Internacional de Formação da Organização Internacional do Trabalho (CIF-OIT). Antes de ocupar este cargo, foi Diretor-Adjunto da Equipa de Trabalho Digno da OIT para o Sul da Ásia e do Escritório da OIT para a Índia, bem como Especialista Sénior em Emprego no escritório em Deli – liderando a assistência prestada pela OIT aos Governos do Sul da Ásia na formulação de políticas de emprego e na realização de pesquisas relacionadas com este tema – e Investigador Sénior em Economia na OIT em Genebra. Trabalhou igualmente na Comissão Económica das Nações Unidas para África e em diversos centros de investigação na Europa e na Austrália. Possui um mestrado em Economia do Desenvolvimento pela Australian National University e um doutoramento em Economia pela Universidade de Bona. Desde dezembro de 2004, é investigador no Institute for the Study of Labor (IZA). Nas diversas funções que desempenhou, Sher Singh Verick liderou e conduziu investigações orientadas para as políticas com o propósito de promover a formulação e implementação de políticas mais eficazes. Tem o seu trabalho publicado em diversas revistas especializadas e é autor ou editor de várias obras, nomeadamente Transformation of Women at Work in Asia: An Unfinished Development Agenda (2016), Perspectives on Labour Economics for Development (2013) e The Labour Markets of Emerging Economies (2013). 


  kruger.jpgRalf Krüger é o Gestor do Programa de Desenvolvimento Sustentável (PDS) do CIF-OIT. O PDS faz a gestão de uma oferta de atividades de formação e de desenvolvimento de capacidades nas áreas de contratos públicos, gestão do ciclo do projeto, empregos verdes, e empresas multinacionais e desenvolvimento.

O programa inclui igualmente quatro Programas de Mestrado que abordam temas relacionados, em colaboração com a Universidade de Turim. Antes de integrar o CIF-OIT, o Sr. Krüger trabalhou no Banco Africano de Desenvolvimento como Investigador-principal na área da Economia, com enfoque em matérias relacionadas com o desenvolvimento do setor privado. 

Anteriormente, o Sr. Krüger exerceu funções na Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) e na Comissão Económica das Nações Unidas para África (UNECA), tendo contribuído em ambas para a implementação de atividades de investigação e de desenvolvimento de capacidades.

Antes de assumir essas funções, trabalhou como investigador e docente na Universidade de Giessen e como consultor de estratégia para a Accenture na Alemanha. Os seus interesses profissionais incluem a avaliação de impacto de projetos de investimento, Investimento Direito Estrangeiro e desenvolvimento, questões relacionadas com a economia verde e estratégias de desenvolvimento. O Sr. Krüger possui um doutoramento em Economia e um MBA pela Universidade de Giessen, Alemanha, bem como um MA em Economia pela Universidade do Winsconsin.


Felix Martin-Daza é formado em Psicologia pela Universidade "Pontificia" de Salamanca, Espanha, e tem uma pós-graduação em Gestão de Empresas pela escola de negócios espanhola "Escuela de Organización Industrial". Trabalhou como funcionário público no Instituto Nacional de Segurança e Higiene no Trabalho do Ministério do Trabalho e Migração de Espanha, onde foi responsável pela investigação, formação e assistência técnica na área da segurança e saúde no trabalho. Durante esse período, escreveu vários artigos e folhetos, e foi coautor de seis livros, a maioria sobre psicologia do trabalho, ergonomia e técnicas de formação. Ingressou no Centro em 1996 como perito associado, dedicando-se a atividades para países latino-americanos. Tem sido, desde 1999, responsável pelas atividades de formação e pela produção de material didático sobre segurança e saúde no trabalho, inspeção do trabalho e condições de trabalho para o Programa de Proteção Social.


 Guillaume Mercier possui um grau de mestre em gestão de projetos pela Universidade do Quebeque, em Montreal, e trabalha há mais de dez anos nas áreas da governança pública e da gestão do desenvolvimento. A sua longa experiência foi adquirida especialmente pela realização de missões de  serviço e aconselhamento, de projetos de reforço de capacidades e pela organização de atividades de aprendizagem nestas duas áreas técnicas em África, na Europa e na Ásia.

No âmbito das atividades da Turin School of Development, o Sr. Mercier interessa-se pelas questões relacionadas com a governança dos sistemas que fazem o enquadramento jurídico dos contratos públicos, a gestão dos contratos públicos e a luta contra a corrupção.

Desde 2013, o Sr. Mercier ocupa o cargo de codiretor do Mestrado em Governança e Gestão dos Contratos Públicos para o Desenvolvimento Sustentável, oferecido pelo Centro em colaboração com a Universidade de Turim, o Instituto de Estudos Políticos de Paris (Sciences Po) e Expertise France.

Ainda no âmbito das atividades da Turin School of Development, o Sr. Mercier participa ativamente, desde 2013, como especialista e membro do comité científico no Mestrado em Gestão do Desenvolvimento.

A nível da OIT, o Sr. Mercier é responsável pelas atividades de aprendizagem destinadas ao pessoal da organização e aos mandantes envolvidos nas atividades de cooperação para o desenvolvimento.


Blerina Pogace é Perita de Formação em Contratos Públicos no CIF-OIT, responsável pela oferta formativa em Gestão de Contratos em inglês e russo, incluindo o Mestrado em Gestão dos Contratos Públicos para o Desenvolvimento Sustentável.

Possui um MA Hons em Direito pela Universidade de Turim e um doutoramento em Direito Internacional Comparado e Integração pela Universidade de Nápoles sobre considerações sociais, económicas e ambientais no âmbito dos contratos públicos. Antes de integrar o Centro, trabalhou como consultora para o setor público e privado na área do direito administrativo e europeu relativo aos contratos públicos, ajuda pública, ambiente e energias renováveis.

Desde 2006, tem estado envolvida em programas de formação oferecidos pelo Centro sobre contratos públicos em conformidade com as normas internacionais reconhecidas, bem como em projetos de desenvolvimento de capacidades para apoiar as reformas levadas a cabo nos Países na área dos Contratos, em conformidade com os respetivos acordos internacionais e regionais e também com as Diretrizes em matéria de Contratos das Instituições Financeiras Internacionais.


Linda Deelen é a Gestora do Programa Empresa, Microfinança e Desenvolvimento Local (EMLD) do Centro Internacional de Formação da OIT, sendo responsável pela gestão de uma carteira de atividades de formação e de desenvolvimento de capacidades nas áreas do desenvolvimento das PME, serviços financeiros, desenvolvimento rural e local, cooperativas e economia social e solidária. O programa inclui dois Programas de Mestrado em inglês e espanhol sobre património mundial e projetos culturais para o desenvolvimento, realizados em conjunto com a Universidade de Turim e a Universidade de Barcelona, respetivamente.

Antes de ingressar no Centro, Linda trabalhou como especialista em empresas para a Organização Internacional do Trabalho, tanto na sede da OIT em Genebra como em diferentes escritórios no terreno, na Ásia e na América Latina. Ao longo de 20 anos, prestou apoio técnico, serviços de formação e de aconselhamento a instituições públicas e privadas em matéria de desenvolvimento do setor privado, com especial enfoque nas empresas de pequena e média dimensão.

Linda tem um Mestrado em Agronomia pela Universidade de Wageningen, Países Baixos. As suas publicações recentes incluem Políticas para la formalización de las micro y pequeñas empresas en América Latina (editora), La situación de la micro y pequeña empresa en Chile (coautora), Guarantee funds for small enterprises (coautora) e Leasing for small and micro enterprises (coautora).


Margarita Lalayan trabalha como Responsável Superior de Programas no Centro Internacional de Formação da OIT e como Gestora de Atividades do Programa de Mestrado. Tem igualmente a seu cargo o programa de desenvolvimento de capacidades e o programa de formação Making Microfinance Work (Gestão de Instituições de Microfinanças) da OIT. É responsável pela gestão e a implementação geral de diversos projetos financiados por doadores e pelo relacionamento com doadores-chave de programas de microfinanças, organiza atividades de formação em Turim e no terreno, e faz a gestão das relações com os consultores-chave e a rede de formadores certificados do CIF-OIT de todo o mundo.

Margarita tem 16 anos de experiência na área da microfinança e do desenvolvimento. Antes de ingressar no CIF-OIT, trabalhou em vários projetos de formação e investigação centrados no desenvolvimento organizacional e planeamento estratégico, desenvolvimento de produtos, pesquisa de mercado e outros aspetos da microfinança. Como consultora em finanças e microfinanças responsáveis, participou em diversas iniciativas de profissionais e de associações em 20 países. Tem uma vasta experiência de formação a nível mundial, em África, na Ásia, na Europa, no Cáucaso, na Ásia Central e nas regiões do Médio Oriente e Norte de África, foi oradora em vários eventos e conferências regionais, além de ser autora e coautora de diversos manuais de formação, estudos de caso e outras publicações.


 

 

María José Mallo Carrera é Responsável de Programas do Departamento de Empresa, Microfinança e Desenvolvimento Local. Colaborou na conceção pedagógica e na implementação deste programa de formação, estando atualmente encarregue do mestrado como representante do CIF-OIT, apoiando os processos de gestão, promoção, formação à distância e desenvolvimento do programa presencial, em colaboração com a Universidade de Barcelona. María José desenvolveu a sua atividade na área do desenvolvimento local e tem uma vasta experiência na conceção e implementação de atividades de formação, na gestão de ambientes virtuais de aprendizagem, na conceção de materiais didáticos e no uso de metodologias e tecnologias para a formação presencial e à distância.


Diretores Cientificos

 

Roberto Caranta é Professor titular de Direito Administrativo na Faculdade de Direito da Universidade de Turim. Foi professor convidado na Universidade de Marselha – Aix-en-Provence (2015/2016).

Dirige (em conjunto com Steen Treumer) o European Procurement Law Series, DJØF, Copenhaga. É membro das redes de investigação Public Contracts in Legal Globalization / Contrats Publics dans la Globalisation Juridique e PLAN - Procurement Law Academic Network.

Os seus trabalhos mais recentes incluem “Award criteria under EU law (old and new)in M. COMBA – S. TREUMER (eds.) Award of Contracts in EU Procurements, Copenhaga, DJØF, 2013, 21; EU Public Contract Law. Public Procurement and Beyond, Bruxelas, Bruylant, 2014 (editor com M. Trybus, G. Edelstam); “Sustainable Procurement”, in M. TRYBUS, R. CARANTA, G. EDELSTAM (eds.) EU Public Contract Law. Public Procurement and Beyond, Bruxelas, Bruylant, 2014, 165; “General Report”, in U. NEERGAARD, C. JACKSON, G.S. ØLYKKE (eds.) Public Procurement Law: Limitations, Opportunities and Paradoxes. The XXVI FIDE Congress in Copenhagen, 2014 Congress Publications Vol. 3, Copenhaga, DJØF, 2014, 79; Modernising Public Procurement: The New Directive, Copenhaga, DJØF, 2014 (editor com F. LICHÈRE e S. TREUMER); “Mapping the margins of EU public contracts law: covered, mixed, excluded and special contracts”, in F. LICHÈRE, R. CARANTA e S. TREUMER (eds.), Modernising Public Procurement: The New Directive, Copenhaga, DJØF, 2014, 67;  “Les exigences systémiques dans le droit administratif de l’Union européennein C. Blumann – F. Picod (dir.), Annuaire de Droit de l’Union Européenne 2012 (Paris, Editions Panthéon Assas, 2014), 21; “The changes to the public contract directives and the story they tell about how EU law works”, in Common Market Law Review 2015, 391; Remedies in EU Public Contract Law: The Proceduralisation of EU Public Procurement Legislation, in Rev. Eur. Adm. Law, 2015, 75.


 

Carlo Salone

É Professor Associado de Geografia Política e Económica na Universidade de Turim, onde leciona Geografia Regional do Desenvolvimento (1º nível do mestrado em Economia) e Desenvolvimento Territorial (grau de 2º nível em Economia do Ambiente, Cultura e Território). Lecionou como professor convidado em França (Paris 10 e 12), Espanha (Girona, Escola Doutoral de Geografia e Planeamento) e Finlândia (Oulu, Escola Doutoral de Geografia), e é atualmente professor convidado na UPEC (Université Paris-Est Créteil), Paris, e Lyon 2-Lumière.

Conduz a sua investigação no Departamento Interuniversitário de Estudos e Planeamento Regional e Urbano (antigo DITer, atual DIST), do Politécnico e da Universidade de Turim, centrando a sua atividade no planeamento do espaço comunitário, em inovações nas políticas territoriais e práticas de desenvolvimento local na União Europeia e, mais recentemente, na economia cultural das cidades. Trabalhou igualmente na área da capacidade institucional das regiões no âmbito do Programa ESPON 2013 e participou no Programa ESPON 2006 como membro da equipa italiana para o Projeto 1.1.1 sobre policentrismo e para o Projeto 2.3.1 sobre a Aplicação do Esquema de Desenvolvimento do Espaço Comunitário (ESDP).

Anteriormente, trabalhou no SPESP (Programa-estudo sobre o ordenamento territorial europeu) sobre o tema “tipologia de cidades”. Participou em muitos PRIN (programas nacionais de investigação financiados pelo Ministério do Ensino Superior de Itália) e coordenou equipas de investigação envolvidas em atividades de aconselhamento das autoridades locais.

É autor e coautor com outros académicos de diversas publicações sobre o Esquema de Desenvolvimento do Espaço Comunitário, o Planeamento do Espaço Comunitário, as políticas territoriais europeias e o novo regionalismo. Entre 2008 e 2012 liderou o Eu-Polis, um centro de investigação politécnico dedicado aos sistemas urbanos na Europa.

Antes de assumir a sua posição na Universidade, foi responsável pelo secretariado técnico do Departamento para as Zonas Urbanas, da Presidência do Conselho de Ministros de Itália, em 1997 e 1998, quando foi igualmente nomeado como perito da OCDE, no Serviço de Desenvolvimento Territorial, da Divisão de Assuntos Urbanos. Ao longo dos últimos cinco anos, trabalhou como consultor para as autoridades locais e regionais de Piemonte na área do planeamento estratégico da zona metropolitana (Torino Internazionale) e das políticas regionais (Provincia di Torino e Regione Piemonte).


Cristina Poncibo é Professora Associada em Direito Comparado no Departamento de Direito da Universidade de Turim e investigadora no Centro para o Direito Comparado e Transnacional. Leciona os seguintes cursos: Sistemas Jurídicos Comparados e Metodologia de Investigação em Direito Comparado para universitários, Direito Contratual Comparado e Direito Económico. Ela tem um profundo interesse em todos os aspetos do Direito Comparado, Direito Privado Comparado, Direito Contratual Comparado e Direito Económico. Desde 2006, a Professora Poncibo tem sido docente e membro do Comité Científico do Mestrado em Direito Comercial Internacional (CIF-OIT). Atualmente, é Diretora do Programa de Mestrado e investigadora no Centro Interdisciplinar para os Estudos de Género e o Instituto de Estudos Europeus da Universidade de Turim. Participa igualmente em projetos de investigação internacionais e europeus. Os projetos recentes onde participou são: ‘The Making of European Legal Culture’ (CDCT), ‘Drafting of multilingual legal documents in International Organization and in public administrations’ (Comissão Europeia) e ‘European Collective Redress’ (BIICL, Reino Unido). Além disso, intervém ativamente como perita internacional em assuntos jurídicos relativamente a projetos financiados por doadores sobre a reforma jurídica apoiada pela Comissão Europeia, as delegações da União Europeia e a Organização Internacional do Trabalho das Nações Unidas.


Mario Comba é Professor titular do Direito Público Comparado no Departamento de Direito da Universidade de Turim (Itália). É Presidente da Escola de Estudos Internacionais do Departamento de Ciências Políticas e Diretor do mestrado GOMAP (Governança e gestão dos contratos públicos em prol do desenvolvimento sustentável), gerido conjuntamente pela Universidade de Turim, a Escola Sciences Politiques de Paris e o CIF-OIT de Turim. É membro das redes de investigação Public Contracts in Legal Globalization / Contrats Publics dans la Globalisation Juridique e PLAN – Procurement Law Academic Network. É responsável pela Unidade do Projeto de Investigação Nacional de Turim sobre o tema Jurisdição e Pluralismos, financiado pelo Ministério da Educação.


Roberto Leombruni é Professor Assistente em Econometria na Universidade de Turim, onde leciona Métodos de Econometria e Avaliação para a Análise de Políticas. É diretor do Mestrado em Economia do Trabalho Aplicada para Países em Desenvolvimento, no CIF-OIT, onde leciona Modelos de Microssimulação e Dados Administrativos. Os seus principais interesses a nível de investigação são as dinâmicas do mercado de trabalho e as relações entre trabalho e saúde. Está atualmente a trabalhar num modelo de microssimulação de históricos de trabalho e saúde em Itália, com um enfoque nas desigualdades socioeconómicas e o papel das políticas de bem-estar na redução dos seus efeitos negativos para a saúde.


Canzio Romano é Professor Associado em Medicina do Trabalho na Universidade de Turim, no Departamento de Saúde Pública e Pediatria. O Prof. Romano é atualmente o Diretor da Escola de Especialização em Medicina do Trabalho e Diretor do curso de mestrado em Segurança e Saúde no Trabalho do CIF-OIT. É autor de mais de 200 publicações científicas que abordam sobretudo doenças respiratórias, alergias associadas ao trabalho, ergonomia e higiene no trabalho. Nascido em 1949 em Turim, licenciou-se em Medicina e Cirurgia em 1973 e obteve as especializações em Medicina do Trabalho em 1976, em Doenças Respiratórias em 1981, e em Alergologia e Imunologia Clínica em 1985.

 

 

Egidio Dansero é Professor titular de Geografia Política e Económica no Departamento de Culturas, Políticas e Sociedade da Universidade de Turim, e representante do Reitor da Universidade em matéria de Cooperação Interuniversitária para o Desenvolvimento.

Membro de algumas associações científicas e conselhos editoriais de revistas, o Prof. Dansero centrou os seus principais interesses científicos nas seguintes áreas:

  • Processos e políticas de valorização da herança industrial, recuperação de zonas degradadas e desenvolvimento local em antigos territórios industriais;
  • Sustentabilidade e desenvolvimento local;
  • Questões ambientais, descrição geográfica e representação cartográfica;
  • Megaeventos, Olimpíadas, transformações territoriais e desenvolvimento local;
  • Cooperação descentralizada e parques naturais;
  • Energias e espaços renováveis: construção ecológica, uso da terra e ordenamento do território, e sistemas dos atores locais/regionais na análise e construção de políticas energéticas e ambientais;
  • Conflitos ambientais, representação do espaço e valores locais no projeto de um novo corredor ferroviário entre Turim e Lyon;
  • Relação entre a cidade e a montanha, desenvolvimento do turismo e os novos habitantes da montanha no Arco Alpino.

 

 

Alessandro Cogo obteve o seu grau académico pela Faculdade de Direito da Universidade de Turim em 2002 e possui um doutoramento em Direito de Propriedade Intelectual pelas Universidades de Pavia e Munique. É Professor Assistente no Departamento de Direito da Universidade de Turim e leciona Direito de Propriedade Intelectual na Universidade de Piemonte Oriental. Autor de um livro sobre contratos relativos aos direitos de autor, de ensaios, e de comentários sobre casos, dedica atualmente os seus estudos às questões relacionadas com a responsabilidade pela violação dos direitos de propriedade intelectual.

International Training Centre of the ILO

Viale Maestri del Lavoro, 10
10127 Turin - Italy

Contate-nos