Empregos para a Paz e a Resiliência

JPR
Team

Empregos para a Paz e a Resiliência

1,800+
Participants

of whom 50% were women

62
Countries

A diverse group of participants

5
languages

Activities were offered in English, Arabic, French, Spanish and Dari

Apesar dos enormes progressos tecnológicos, das melhorias nas condições de trabalho e de vida de milhares de milhões de pessoas e da enorme riqueza que tem sido gerada ao longo do último século, muitos dos mesmos desafios com que a OIT se deparava aquando da sua fundação em 1919 persistem ainda hoje. O desemprego e o subemprego continuam a ser importantes desafios societais, sendo que aproximadamente 600 milhões de empregos terão de ser criados até 2030 só para conseguir acompanhar o crescimento da população ativa. Atualmente, mais de 61 por cento da população empregada em todo o mundo ganha o seu sustento na economia informal. A degradação do meio ambiente está a afetar a qualidade e a qualidade dos empregos disponíveis, e cerca de 2 mil milhões de pessoas estão atualmente a viver em contextos frágeis e afetados por conflitos, onde a pobreza se concentra cada vez mais.

A crise provocada pela COVID-19 exacerbou estes desafios estruturais já existentes e os défices de trabalho digno, gerando ainda maiores desigualdades em todo o mundo.  

Ao oferecer um conjunto misto de serviços de formação e desenvolvimento de capacidades, o Programa DEVINVEST do CIF-OIT apoia os mandantes da OIT, o pessoal da OIT e das Nações Unidas, e outros parceiros de desenvolvimento e partes interessadas na resposta a estes desafios, ajudando-os:  

  • no planeamento e implementação de investimentos intensivos em emprego;
  • na elaboração de políticas centradas no emprego em países que se encontram em contextos de fragilidade, afetados por conflitos e catástrofes, e promovendo a capacidade de resiliência das populações marginalizadas;
  • na introdução de melhorias ao nível do emprego e da produtividade na economia rural e facilitando a transição para a formalidade;
  • na maximização do impacto do comércio e das políticas setoriais no emprego.

O Programa DEVINVEST do CIF-OIT dá especial atenção à inclusão de grupos vulneráveis, inclusive à sua inclusão digital, e ao reforço dos processos de compras públicas como um instrumento de apoio à adequada implementação de programas de investimento em emprego intensivo.

 

 

A existência de infraestruturas adequadas é uma condição prévia para o crescimento económico e social sustentável. Igualmente importante é a incorporação da geração de emprego nos projetos de desenvolvimento de infraestruturas, de modo a reduzir a pobreza e a injustiça social junto das pessoas mais vulneráveis.

Os investimentos em emprego intensivo associam o desenvolvimento de infraestruturas à criação de emprego, à redução da pobreza e ao desenvolvimento económico e social local. Embora as atividades de construção baseadas em mão-de-obra resultem na criação de emprego a curto prazo, as melhorias que produzem nas infraestruturas contribuem para o aumento do desempenho económico noutros setores, gerando efeitos multiplicadores em termos de emprego e rendimento em toda a economia. Além disso, a utilização de métodos de trabalho de mão-de-obra intensiva garante a participação da comunidade local em todo o processo laboral, assegurando o máximo de benefícios para mulheres, homens e jovens.

O Programa DEVINVEST do CIF-OIT oferece serviços de formação e desenvolvimento de capacidades para fortalecer a capacidade dos mandantes e das partes interessadas na conceção e implementação de projetos de investimento em emprego intensivo, otimizando os investimentos nas infraestruturas, aumentando o seu impacto sobre o emprego e facilitando a adaptação às alterações climáticas.

O contexto atual exige que a comunidade internacional tome medidas para fazer face a crises cada vez mais complexas, nomeadamente alterações climáticas, pandemias, conflitos armados, deslocação forçada, migração irregular, tráfico de pessoas, radicalização e terrorismo.

Atualmente, e apesar dos esforços e progressos realizados por muitos países e a comunidade internacional, cerca de 2 mil milhões de pessoas vivem ainda em situações de fragilidade e afetadas por conflitos, onde a pobreza está cada vez mais concentrada. As crises, de natureza diversa, interrompem as atividades das empresas, prejudicam os locais de trabalho e destroem postos de trabalho, exacerbando a vulnerabilidade, a desigualdade e a exclusão social, e colocando em evidência, também nestes contextos, a centralidade do mundo do trabalho.

O Programa DEVINVEST do CIF-OIT oferece serviços de formação e desenvolvimento de capacidades para promover a geração de emprego para países em situação de conflito ou catástrofe. Visa fortalecer a capacidade dos governos, parceiros sociais e partes interessadas relevantes na conceção e implementação de estratégias para promover a paz, prevenir crises e desenvolver a capacidade de resiliência.

Dos 2 mil milhões de trabalhadores e empresários da economia informal, quase 1,6 mil milhões foram significativamente afetados pela pandemia da COVID-19, a qual provocou um declínio estimado de 60 por cento nos seus rendimentos.

A economia informal apresenta-se numa variedade de formas entre e nas economias. Os processos de formalização e as medidas que visam facilitar a transição para a formalidade devem ser adaptadas às circunstâncias específicas que diferentes países e diferentes categorias de unidades económicas ou de trabalhadores enfrentam.

Através das suas atividades de formação e desenvolvimento de capacidades, o Programa DEVINVEST do CIF-OIT apoia os mandantes da OIT e outras partes interessadas na conceção e implementação de quadros integrados de política que facilitem a transição da economia informal para a economia formal.

A gestão das compras públicas é um pilar da boa governança. É um aspeto transversal a todos os setores económicos e representa 15 a 30% do produto interno bruto na maioria dos países, ao mesmo tempo que fomenta a competitividade do mercado e o desenvolvimento sustentável. Em situações de emergência e fragilidade, os investimentos públicos são cruciais para gerar emprego e melhorar os meios de subsistência, pelo que é muito importante apoiar sistemas de compras públicas eficientes ao nível nacional e local.

A crise da COVID-19 colocou em evidência a necessidade de melhorar a governança e acelerar o fornecimento de produtos e a prestação de serviços. O rescaldo da pandemia constitui uma oportunidade para elaborar estratégias e processos de compras públicas direcionados para a resiliência com base na seleção de prestadores de confiança, criar uma carteira de prestadores que possa ser ativada em caso de emergência, e usar contratos que permitam flexibilidade e uma garantia de resultados.

O Programa DEVINVEST do CIF-OIT oferece serviços de formação e desenvolvimento de capacidades para fortalecer um sistema de compras públicas eficaz, de modo a apoiar a implementação efetiva de programas de investimento em emprego intensivo, o desenvolvimento sustentável e a inclusão.

A COVID-19 teve um enorme impacto sobre o comércio e, consequentemente, sobre o emprego, especialmente nos setores dependentes de insumos intermédios importados e expostos à queda da procura por parte dos consumidores. O encerramento de fábricas gerou um choque inicial ao nível do abastecimento, sendo que a escassez de insumos intermédios rapidamente se estendeu ao longo das cadeias de abastecimento global, criando uma segunda vaga de encerramento de fábricas, num processo de contágio na cadeia de abastecimento.

A par da quebra nas exportações provocada pela COVID-19, que tem um impacto mais imediato sobre o emprego, um desafio mais premente para os países em desenvolvimento poderá advir da eventual restruturação das cadeias de abastecimento global. Tal poderá implicar uma maior dependência das cadeias de abastecimento regional e um aumento da diversidade de fornecedores.

O Programa DEVINVEST do CIF-OIT tem o objetivo de apoiar os mandantes da OIT na maximização do impacto do emprego no comércio e nas políticas setoriais.

​​​​​​As novas tecnologias estão continuamente a transformar o mundo do trabalho. A tecnologia está a transformar não só a forma como trabalhamos, mas também como trabalhamos e até a razão pela qual trabalhamos, tanto para os trabalhadores como para as unidades económicas.

As tecnologias podem desempenhar um papel instrumental na criação de oportunidades de trabalho digno. A incorporação cada vez maior das TIC no dia a dia, em conjunto com o crescimento do mercado de produtos e serviços digitais, está a gerar novas oportunidades de trabalho, muitas das quais podem ser alargadas aos trabalhadores com qualificações intermédias e baixas, inclusive em contextos de fragilidade.

No entanto, perante a ausência de condições contextuais específicas, necessárias para que a revolução digital produza um impacto positivo na criação de oportunidades de emprego digno, as tecnologias digitais poderão conduzir a novas dinâmicas de exclusão, afetando de forma desproporcional grupos já marginalizados, tais como refugiados, pessoas com deficiência e pessoas idosas.

Graças à sua oferta de formação e desenvolvimento de capacidades, o Programa DEVINVEST do CIF-OIT visa dotar os mandantes da OIT e os profissionais da área do desenvolvimento das ferramentas conceptuais e práticas necessária para alavancar o potencial que as tecnologias digitais têm para a geração de oportunidades de emprego e para introduzir práticas digitalmente inclusivas.

1.5

billion people living in fragile conditions worldwide

65.5

million people displaced by war and persecution

14

million people displaced by natural disasters every year

300

million environmental migrants by 2050

Histórias positivas e orientadas para a procura de soluções no mundo da aprendizagem e da formação

Partners
Quer falar connosco?

CENTRO INTERNACIONAL DE FORMAÇÃO DA OIT
Empregos para a Paz e a Resiliência
Viale Maestri del Lavoro, 10
10127 Turim - Itália
jpr@itcilo.org
+39 011 693 6409